segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Livre Estou


Passou como um vento forte
Intenso como uma ventania
Perigoso como furacão 
Destruindo a minha vida

Não queria mais viver assim
Aprisionado dentro de mim
Um doente viciado 
Em tudo o que era errado

Mas Deus olhou pra mim
Com sua misericordia
Me resgatou
Acabou com a tempestade

Me deu uma nova chance
Uma oportunidade
Era ultima da minha vida
Agarrei com todas as minhas forças

Do fundo do poço me ergui
E para o alto olhei
Me salvou
Me fez de novo

Fui resgatado pela cruz
Curado pelo sangue de Jesus
Livre estou

Evelyn Dias


Ainda é tempo

Ame a vida
Viva a vida

Sinta-a intensamente
Não a deixe escapar de você
É a nossa maior riqueza
O nosso bem mais precioso
Presente de Deus
Cada ser é um
Isso nos torna especial
Seres únicos nesse mundo

O passado já passou
E o futuro talvez não chegue
O que temos é o presente
Nosso presente o hoje
Para sermos felizes
Amar e ser amado
Deixa de ter
E passar a ser
Ser alguém que aproveite
Cada segundo, cada minuto
Com pureza
Doçura
Com amor e loucura
Amanhã podemos não estar aqui
Será que valeu a pena existir?

Evelyn Dias



Por que Escrever ?


Minha poesia
Reflete amor
E alegria
Escrevo com o coração
Cada verso uma emoção

Tento expressar nessas linhas
A felicidade em ter você na minha vida
Mas você personagem principal
Dessa rima

Não entende,
Não compreende,
Nada que escrevo
Acha bobagem tanto sentimento

Então por que escrever ?
Escrevo porque o mundo precisa saber
O quanto eu amo você 

Evelyn Dias


Palavras

Palavras
Simples palavras,
Frases ditas ao vento
Que foi e não voltam mais
Tudo era verdade
Mas você não acreditou
Não deu valor
Achou que teria outra chance
Que era cedo pra se entregar
Que eu estaria sempre a te esperar
Mas o tempo passa,
E quando você me procurar
Vai me encontrar no mesmo lugar
Que nos amamos pela ultima vez
 
E com certeza
Vou te dizer
Acabou
Cansei de esperar
Por quem não soube me amar,
Me entreguei por inteira
Mas você preferiu viver de aventuras
Ao escolher meu porto seguro
Agora é tarde
E só o que tenho pra dizer
Palavras
Poucas palavras,
Seja feliz
Mas longe de mim
Evelyn Dias



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Depois da Chuva


Enfim um dia chuvoso
Como esperei por esse dia
Que essa chuva que cai do céu
Venha trazer de volta a alegria

Alegria que se foi
Quando o nosso amor acabou
Deixamos de sermos um
E agora somos dois

Se for para apagar as lembranças
Que seja uma chuva forte
Que lave a minha alma
E que leve essa saudade

Que deixe só a esperança
De um novo amanhecer
Que depois da tempestade
O sol sempre vai nascer 

Evelyn Dias





quarta-feira, 2 de julho de 2014

Queria voltar no tempo...

Em um segundo me lembrei
O suficiente para  recordar
Que a felicidade era simples
Era só deixar você me amar

Você agora tem outra vida
Comprometido está,
Mas a culpa foi minha
O erro foi meu

Abri mão do seu amor
E fui me aventurar pelo mundo
Quebrei a cara
Perdi o rumo

Mas agora é tarde demais
Nossos destinos nos levaram
Para caminhos diferentes
E minhas escolhas me afastaram de nós dois

Mas é bom saber
Que está feliz
Que encontrou alguém
Que esqueceu de mim,

Queria voltar no tempo
Naquele exato momento
Que te disse adeus
Como me arrependo

O que me resta agora
É seguir em frente
Levar a saudade
E viver sem você

Evelyn Dias




sexta-feira, 6 de junho de 2014

Fome de Você

Quando você não esta aqui
Não tenho fome
Não sinto sede
Fico em jejum de você

Vivo com as lembranças
Que você deixou
Da saudade que ficou
Dos momentos de amor

Emagreço
Com o desejo dos seus beijos
Faço dieta
Com vontade de estar em seus abraços

Volta logo,
Não vejo a hora 
De me alimentar de amor
Sinto fome de você

Evelyn Dias


quinta-feira, 8 de maio de 2014

Visita do Amor

Você apareceu de repente
Chegou sem avisar
Mas foi educado
Pediu licença para entrar

Abri a porta
Aceitei sua visita
Doce e agradável
Suave como a brisa

Devagarinho foi ocupando 
Cada comodo vazio
Preencheu meu coração
Com  muito carinho

Transformou minha vida em alegrias
Me ensinou o amor verdadeiro
Foi a melhor visita que recebi
E por isso nunca mais deixei partir

Evelyn Dias


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Ser Feliz

Perdi o sono
Pois não paro de pensar em você
O jeito é sonhar acordada
Pra logo te ver
Sonho que virou realidade
Muito bom te conhecer
Despertou no meu coração
Uma grande emoção
Um sentimento puro
Maduro
Um bem querer
Profundo
Amor inocente
Paixão envolvente
Coisa de adolescente
Nossa hora chegou
O momento é esse
Ser feliz
Muito feliz
Meu único interesse...
Evelyn Dias



Ainda quero acreditar


Estou me sentindo usada
Como pude me enganar
Como você pode me enganar
Minha alma está ferida
Porque negar o óbvio 
Porque fingir que nada aconteceu
Te dei me amor, meus sonhos, minha vida
E o que você fez
Brincou comigo, com os meus sentimentos
E não admite o erro
Só queria a verdade
Mas nunca vai admitir 
Quer que eu viva com essa duvida
Como esquecer, se não posso perdoar 
Continuar seguindo a vida na incerteza,
Viver ao seu lado acreditando que nada aconteceu
Que tortura, loucura
Porque tenho que passar por isso
Ta doendo demais
Não tenho mais lágrimas
Nem palavras 
O amor não faz sofrer
Não aguento mais viver assim
Quero ser feliz
Mas não posso te deixar
Te amo demais
Sonhar não posso mais
Não queria acordar
Ainda quero acreditar
Como diz que me ama
Se me engana

Evelyn Dias

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Liberdade de Amar


Se olhar nos meus olhos
Só ira enxergar você
Pois minha alma respira você
Meu coração bate descontrolado
No compasso do amor
Com muito desejo
Não por obrigação
Não por dependência
Um compromisso sem correntes
Livre
Porque não tenho medo de te perder
Tenho medo de não saber aproveitar
Os segundos com você
Só quero o seu melhor
Sua felicidade
E se perceber que não é ao meu lado
Pode ir embora
Estarei torcendo por você
Porque quando o amor é verdadeiro
Ele só quer o bem
Mesmo que isso me faça sofrer
Evelyn Dias


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Triste Depressão



Estou presa dentro de mim
Sozinha em meio a multidão
Ninguém me vê
Sem rumo nesse caminho
Sem família
Sem amigos
Sem alguém pra me estender a mão
Já acostumei viver assim
Perto de todos
Longe de tudo
Mas tem horas que a depressão
Volta a me perseguir
Pensamentos escuros
Tristes sentimentos
Acho que estou louca
Meu coração bate desritmado 
Uma melodia em silencio
Dói demais
Me sinto feliz
Me sinto carente
Sinto um vazio no peito
Uma dor na alma
Um grito preso na garganta
Que não consigo soltar
Somente lágrimas a rolar
Sera que isso um dia vai passar

Evelyn Dias

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Gaiola da Vida


Um passarinho preso na gaiola
Acostumado a ver o mundo pela janela
Observar o céu, infinito azul
Queria voltar a voar livre no ar
Mas estava vivendo preso a muitos anos
Queria se libertar
Cansou da vida, da rotina
Tinha água, comida,
Um lugar pra dormir
E uma linda paisagem da janela
Mas queria mais
Queria mudar de vida

Quanto mais o tempo passava
Nada acontecia
E na gaiola permanecia
Olhava em volta e tudo envelhecia
Quantas primaveras já vivia
Sera que vou morrer aqui , 
Não aguento mais
Quero voar

Até que um dia a gaiola se abriu
Era a chance que sonhou por toda a vida
Voar até a imensidão
Conhecer novos horizontes
Um mundo novo

Deu o primeiro passo
Chegou até a janela e conseguiu ver além 
É agora ou nunca, 
Abriu suas asas rumo a liberdade
Ir embora agora é realidade

Tudo tão lindo
Mas tão diferente
Sonhei por tanto tempo
Com esse momento
 E agora o que fazer 
Quanto tempo perdi

O medo dominou
Fraquejou
Pra onde ir assim
Não era mais aquele passarinho
Envelheci

E quando eu sentir fome, sede
Sozinho
Desprotegido vou ficar
Quem vai cuidar de mim?
O melhor é não me arriscar 
E pra gaiola voltar         
É  tarde demais para me aventurar

Evelyn Dias


terça-feira, 21 de janeiro de 2014

TPM Amiga...

Eu me amo
Me odeio
Me suporto
Outras horas não me aguento
Sou um misto de emoções
Varias personalidades
Dias uma lagarta em metamorfose
Outros uma linda borboleta
Vivo intensamente as mudanças
Choro 
Alegria
Dor
Mau humor
Quando essa fase vai passar
Preciso de um chocolate para me acalmar
Menina indefesa
Mulher agressiva
TPM ?
Amiga
Inimiga
Evelyn Dias




quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Mais Uma Vez...



Mais uma vez acreditei
Que iria mudar
E nunca mais me magoar
Quantas chances já te dei
Quantas noites chorei
Sem dormir fiquei
Esperei
Na esperança do impossível
E nada mudou
Porque gosto desse sofrimento
Não sou ninguém ao seu lado
Sou sua sombra
Seu capacho
Dependente de um amor que só eu sinto
Sou invisível
Me iludo com sua palavras
Confio em suas desculpas
Ou finjo que acredito,
Só pra doer menos
Sonho que um dia tudo vai mudar
Mas tenho que encarar a realidade
E te abandonar
Evelyn Dias